Comprar seguidores no Instagram, vale a pena?

Share on whatsapp
Share on facebook

Existem vários aplicativos no mercado para comprar seguidores no Instagram e esse método é muito buscado por quem recém está iniciando nessa rede social. 

A compra funciona da seguinte maneira: você vai até o aplicativo que vende seguidores, escolhe um plano, também deixa claro quais devem ser as preferências desses perfis. Quem eles devem seguir, bem como o seu segmento e está lá: você com bons números de seguidores, como num passe de mágica no perfil. 

Entretanto, devemos ressaltar que, na maioria dos casos, essa compra não compensa financeiramente. Pelo contrário, a longo prazo entende-se que de nada valeu esse investimento.

Continue lendo esse post e descubra por que comprar seguidores no Instagram não é um bom negócio.

App para comprar seguidores no Instagram

5 motivos para não comprar seguidores no Instagram

1. Falta de engajamento

O que vale mais: mil seguidores que engajam e que compram de você ou cinco mil que ignoram o seu produto? Pois é. O número exorbitante de seguidores no Instagram só enriquece os olhos, mas não necessariamente o bolso. Conheça outros quatro motivos para não comprar seguidores no Instagram:

2. Perfis falsos

A maioria desses “perfis comprados” são bots ou contas inativas, ou seja, não há alguém efetivamente para ver, interagir ou, ainda, comprar o produto/serviço do seu negócio.

3. Não gera venda

Como já citado aqui, um número significativo de seguidores não representa uma venda significativa e, além disso, não gera engajamento. Sem engajamento, novas pessoas não veem a sua marca na rede social. Lembre-se: número de seguidor não paga boleto. 

Instagram Negócios

4. Não possui relacionamento

Como são seguidores comprados, eles não foram conquistados, ou seja, não criaram uma relação ou empatia com a sua marca. E, a longo prazo, isso é sentido, pois não vai existir aquela turma que defende você.

5. Prejudica a marca

Além de tudo já citado, existe também o fato de que a sua marca fica prejudicada, pois o Instagram percebe essa ação de má fé com o tempo. Isso porque as contas tendem a seguir padrões de envolvimento relativamente semelhantes. A Markerly analisou as contas de 2 milhões de influenciadores no Instagram e chegou às seguintes taxas de engajamento:

  • menos de 1.000 seguidores, em média, cerca de 8% de engajamento
  • 1.000 – 10.000 seguidores, em média, 4% de engajamento
  • 10.000 – 100.000 seguidores, em média, 2,4% de engajamento
  • 100.000 – 1 milhão de seguidores têm uma participação média de 1,8%
  • mais de 1 milhão de seguidores, em média, 1,7% de engajamento

Além disso, os próprios seguidores “reais” acabam se dando conta desse subterfúgio e você perde a credibilidade. Portanto, é bem mais válido investir em conteúdo para atrair o pessoal, ok?! É sobre isso que vamos falar no próximo tópico.

Dicas de como conseguir seguidores reais e brasileiros no Instagram 

Instagram Conteúdo

Não existe receita nas redes sociais, entretanto, pare e pense em você e no seu perfil. Quais são as marcas que você segue? Por que você as segue? Quais são os posicionamentos que você curte ver uma empresa tomando? Pois é. Às vezes, precisamos ter em mente que quem gere uma conta ou perfil numa rede social também é um consumidor. 

A comunicação é feita de consumidor para consumidor. Portanto, observe sempre o que você vê. Além disso, vamos dar algumas dicas para conseguir seguidores no Instagram de forma orgânica e assertiva. Confira:

  • Crie conteúdo relevante;
  • Interaja com os seguidores. Faça perguntas;
  • Não faça posts apenas voltados para o seu produto/venda;
  • Crie um cronograma de conteúdo;
  • Faça série de posts;
  • Intercale entre posts estáticos, gifs, vídeos;
  • Utilize as ferramentas de stories, igtv e reels da plataforma;
  • Aposte nas hashtags;

E aí, gostou das nossas dicas? Então, aposte em uma estratégia assertiva. A Oblige é uma empresa de marketing digital renomada e conta com uma equipe preparada e com expertise para ajudar seu negócio a decolar nas redes sociais.

Vamos conversar?

Pin It on Pinterest

Share This